Abanic | O uso da tecnologia na intervenção
15600
post-template-default,single,single-post,postid-15600,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-8.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1,vc_responsive

O uso da tecnologia na intervenção

21 mar O uso da tecnologia na intervenção

Um dos principais objetivos da Terapia ABA é que ela seja prazerosa e reforçadora para a criança. Para isso, vários reforçadores de diversos tipos são adicionados ao contexto de terapia como jogos e brinquedos que tornem toda a situação mais lúdica, quando possível.

Nos últimos anos, um dos mercados que mais cresceu foi o dos jogos eletrônicos e aplicativos para dispositivos móveis. Partes destes jogos são desenvolvidos para ajudar uma população específica. As crianças dentro do espectro do autismo não ficaram de fora dessa! Muitas empresas de aplicativos têm dedicado parte de seus investimentos para a criação de jogos e atividades designados para diversos objetivos como: diagnóstico e avaliação inicial; aumento de rastreamento visual; desenvolvimento da habilidade de colocar eventos em sequência lógica e até reconhecimento de expressões faciais. A maior parte destes aplicativos ainda são em inglês e não estão disponíveis para dispositivos brasileiros. Porém, vários deles já podem ser encontrados na versão em português. Assim como toda e qualquer estratégia de intervenção, cada aplicativo é útil para determinadas crianças e não todas. A decisão pela utilização destes dispositivos deve ser conjunta entre família e equipe de intervenção.

No dia 26 de janeiro de 2016, a Record fez uma reportagem mostrando como alguns jogos podem ajudar em diversas intervenções terapêuticas. Uma das entrevistas apresenta uma menina que usa alguns dos aplicativos indicados por sua psicóloga e que teve excelentes resultados.

A equipe NIC® também está antenado nas novidades e sempre trazendo novos aplicativos para tornar a sessão sempre mais atraente e reforçadora. O objetivo não é que os aplicativos sejam toda a intervenção, mas sim que façam parte das diferentes estratégias utilizadas para o ensino de novos repertórios. A escolha do aplicativo utilizado está sempre de acordo com os objetivos terapêuticos daquele momento e de acordo com as habilidades de cada criança. Converse com a equipe do seu filho e descubra quais ferramentas podem ser agregadas à intervenção dele.

Abaixo, você poderá conferir a reportagem exibida pela Record.

http://entretenimento.r7.com/hoje-em-dia/videos/voce-e-o-doutor-conheca-novidades-tecnologicas-que-ajudam-a-medicina-a-tratar-doencas-26012016